Gasha Recomenda #1- Komi-san

É o primeiro dia de Shouko Komi (Komi-san) na prestigiosa Itan Private High School, e ela já subiu para o status de Deusa da escola. Com longos cabelos negros e uma aparência alta e graciosa, ela capta a atenção por onde passa. Há apenas um problema, apesar de sua popularidade, Shouko é terrível em se comunicar com os outros.

Enquanto isso, Hitohito Tadano é um garoto normal do ensino médio. Com seu lema de vida de “ler a situação e ter a certeza de ficar longe de problemas”, ele logo descobre que sentar ao lado de Shouko fez dele o inimigo de todos em sua classe! Porém, um dia nocauteado por acidente, Hitohito acorda com o som do “miau” de Shouko.

Ele mente que ele não ouviu nada, fazendo com que Shouko fugisse. Mas antes que ela possa escapar, Hitohito supõe que Shouko não é capaz de falar com os outros facilmente – na verdade, ela nunca foi capaz de fazer um único amigo. Agora com Hitohito compreendendo toda a situação, ele resolve ajudar Shouko com seu sonho de fazer cem amigos para que ela possa superar seu distúrbio de comunicação.

Como soube do Mangá Komi-san?

Acredito que maioria dos “jovens” que utilizam internet já devem ter ouvido falar do 9gag e do reddit. Então, durante uma das minhas jornadas no 9gag buscando memes e risadas, comecei a me deparar com muitos memes de uma garota um tanto singular, com design simplificado, mas com expressões bem legais e fofas (heroínas altas, esbeltas, cabelos longos e pretos, é um dos meus designs de heroínas favoritos). A maioria esmagadora dos memes eram engraçados e alguns até faziam menção a obra. Logo, fui em uma das imagens e nos comentários encontrei o nome da obra. Não preciso nem mencionar que foi “amor à primeira vista” né?!? Hahahahaha.

One-shot x Serialização

Como de praxe na maioria das obras serializadas, Komi-san teve um One-shot em 2015, porém o One-shot apresenta uma estrutura bem diferente da obra serializada.

O capítulo único lançado é bem mais fraco que a obra atual, principalmente por que a interação entre os personagens principais acontece de forma bem diferente e isso acaba com uma das químicas mais bacanas da obra. A heroína principal até consegue se comunicar na obra mais antiga e isso acaba indo contra o que a obra propõe, também tem a questão do status da protagonista na escola, na versão mais antiga não temos um “endeusamento” da heroína, enquanto na obra atual temos isso acontecendo constantemente por praticamente todos estudantes e docentes. Com apenas esses dois principais pontos alterados, temos uma mudança efetiva no desenvolvimento da obra e ela ganha um ritmo muito diferente, realmente chamando a atenção do leitor.

A Obra

A obra trabalha com capítulos bem curtos no começo e depois a normalizar com 22 páginas em média. Hoje, a obra já conta com mais de 175 capítulos lançados. Sobre a obra em si, após a formação da aliança Komi-san e Tadano-kun na busca pelos 99 amigos faltantes, acompanhamos o dia a dia da heroína e seu fiel escudeiro na interação com outros personagens e de cara temos um(a) novo(a) personagem bem bacana.

A obra segue esse ritmo e aos poucos novos personagens são adicionados, dramas antigos são apresentados e resolvidos, dando desenvolvimento aos personagens principais da obra. Com o tempo temos também arcos fora da escola, onde a Komi-san é colocada em situações cotidianas, onde o seu problema de comunicação se faz presente, até mesmo em casa com a família.

Mais uma coisa, pra quem gosta de romance, o “ship” entre Tadano-kun e Komi-san acontece relativamente cedo na obra e outros personagens tentam ajudá-los, porém se a nossa protagonista não consegue se comunicar normalmente, imaginem como será para ela falar de seus sentimentos, enquanto para o nosso Romeo, como se declarar para a deusa da escola e correr o risco de perder uma amiga.

Pontos Fracos

No meu ponto de vista, o único ponto fraco da obra é a “falta” de romance. Como os ouvintes do Gasha sabem, eu gosto muito de romance e sempre que possível, gosto de vê-lo nas minhas obras favoritas, o mesmo vale para Komi-san.

A primeira vista, o romance entre o casal principal pode parecer contraditório se levarmos em consideração as características da heroína e a proposta da série, porém se o desenvolvimento dos personagens e o roteiro forem capazes de justificar as mudanças e escolhas dos protagonistas, estará tudo certo, e adianto que felizmente, a obra tem se encaminhado nesse sentido.

Pontos Fortes

Outro ponto forte, é o visual da obra, dando ênfase nas expressões da heroína, onde em certas horas são mais detalhadas e em outras mais simplificadas (o que dizer das orelhas de gato), deixando uma atmosfera leve e que consegue transmitir os sentimentos da cena com maestria.

Sem sombras de dúvidas, o ponto principal e mais forte de Komi-san é o imenso carisma da protagonista e personagem título, Komi. Aliado a todo esse carisma temos a personalidade serena e sóbria de nosso herói, Tadano. Juntando estes elementos, é possível perceber uma interessante química entre a dupla, que carrega a obra, nos fazendo se apaixonar pela história e querer ver o quão longe podem ir.

A variação entre arcos curtos e longos, dá uma sensação bacana e de crescimento dos personagens, pois para cada assunto, aparentemente, é dado o tempo certo para solução e desenvolvimento. Arcos curtos carregam um pouco mais de comédia, por exemplo, com situações engraçadas, mal-entendidos e temas cotidianos, enquanto outrora arcos mais longos abordam temas mais sérios e tem um aprofundamento maior, os quais são necessários para dar o crescimento correto dos personagens.
Não esquecendo, claro, dos coadjuvantes da obra, que são apresentados aos poucos, como esperado, com personalidades bem excêntricas, gerando uma série de acontecimentos interessantes e curiosos, imprevisíveis inclusive. Tem personagem que não tem nem sexo determinado, pra vocês terem uma ideia.

Possíveis previsões sobre um anime de Komi-san


“Arthur, Arthur, vai ter anime de Komi-san?”

ouvinte curioso

Então, vamos lá, com calma e por partes. Primeiro (jogando um balde de água fria), não temos oficialmente nada anunciado, porém (como já comentamos no episódio #31 do Gasha), o domínio do nome já foi registrado no Japão em 2018, esse tipo de registro é normal e ocorre antes de um obra ganhar uma anime, no entanto isso não nos dá uma garantia de que irá acontecer.

Com o grande barulho que Komi-san vem causando, provavelmente deve ganhar um anime logo, com o nome registrado e as vendas com mais de 100k por volume, a editora deve querer aumentar as vendas e consolidar a série, aproveitando toda essa “onda” da internet.

Imagem 1 - Komi-san

Conclusão

Resumindo, Komi-san é uma obra maravilhosa e interessante, conduzida por uma heroína carismática e um herói eficiente, que combinados geram um casal capaz e sensacional, rodeados de personagens únicos, que te guiarão por uma história divertida, emocionante e única.

Portanto, pra quem gosta de comédia com uma pitada de romance, em um ambiente escolar, a leitura é mais do que recomendada. Infelizmente nenhuma editora nacional trouxe a obra para o Brasil, então dependemos de Scanlations para acompanhar a série. Enquanto nos USA, a editora VIZ Media, lançará o primeiro volume em Junho de 2019, informação retirada da Amazon americana.

Informações Técnicas

Tipo

Mangá

Serialização

Shounen Sunday – é uma revista semanal de mangás do gênero Shounen, publicada pela Shogakukan, com lançamento toda quarta-feira.

Publicação

18 de Maio de 2016 até ???

Status

Em publicação

Gênero

Slice of life, Comédia, Escolar, Shounen, Pitada de Romance

Autor

Oda, Tomohito (arte e história)
Outras obras: Dezi-com, com 3 volumes e 26 capítulos, também publicado na Shounen Sunday.

Prévia

Publicado em 16 de setembro de 2015, com 48 páginas o One-shot – é um termo utilizado para mangás que contenham somente um capítulo de 15 até 60 páginas com toda a história, publicação muitas vezes com objetivos de premiações (Prêmio Tezuka, por exemplo), e às vezes mais tarde evolui para uma série de mangá com publicações regulares.

Capítulos

~175

Volumes

~10

Vendas

~100.000 unidades por volume

Avaliação Final

4.5 de 5

Milhões de ORA ORA ORA na sua cara

Links Úteis

Página no MyAnimeList: https://myanimelist.net/manga/99007/Komi-san_wa_Comyushou_desu

Episódio do Gasha onde comentamos de Komi-san

2 comentários em “Gasha Recomenda #1- Komi-san”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas